Como funciona o serviço de orçamento do habitissimo?
Em menos de um minuto e grátis

Peça on-line orçamento de gesso. Serviço totalmente gratuito e sem compromisso. Você pode receber e comparar vários orçamentos de gesso dos melhores profissionais.

Preço de Gesso

Quanto custa um trabalho de Gesso?

O preço médio é de

R$ 1.757
A partir de R$ 250 É o preço mais barato para gesso
Até R$ 75.000 Preço máximo que nos passaram os profissionas para os trabalhos de gesso

Esses preços são uma estimativa e podem variar em função da qualidade dos materiais, a duração da obra e as dimensões...

Para conseguir um orçamento personalizado:

Conteúdo dessa guia

Preços de gesso para casa

Tipos de uso Preços Características
Rebaixo de teto com gesso R$5.500,00para uma área de 44 m²
Rebaixo parcial de teto com gesso R$2.500,00para uma área de 20 m²
Instalar sanca de gesso R$2.150,00para uma área de 18 m
Fazer parede de gesso 3D R$980,00parede de 3,00 x 2,70m
Instalar moldura de gesso R$500,00para uma área de 20 m²

Estes valores são aproximados e podem variar em função de outros fatores dependendo do tipo de trabalho

Informação útil
  • Se você deseja usar o gesso em revestimentos, a espessura máxima deve 0,5 cm para evitar trincas. Evite aplicar o gesso em áreas de trafego intenso ou de cargas, pois ele pode se danificar com o excesso de peso. É importante seguir a ABNT NBR 13207 ao realizar trabalhos com gesso, e o preço médio desse tipo de serviço gira em torno de R$ 1.100,00.

  • 7 a 10 dias, aproximadamente
  • Dificuldade: Média

Gesso: onde pode ser usado e seus preços médios

Quem está em busca de um material versátil e econômico para usar como revestimento no imóvel certamente ficará satisfeito com as possibilidades trazidas pelo gesso. Embora seja mais comum encontrar o gesso apenas em alguns detalhes no acabamento do forro, ele também pode ser usado em paredes, móveis e objetos decorativos, e permite criar diferentes estilos em ambientes variados. Para fugir do acabamento branco tradicional do gesso, basta aplicar um fundo preparador sobre ele e utilizar a cor de sua preferência na pintura. Além das versões de gesso liso, é possível optar também pelo material em 3D, que permite criar efeitos diferenciados na decoração. O custo médio do m² de gesso fica em torno de R$ 35,00 o m², incluindo o valor dos materiais e da mão de obra para instalação. Para trazer uma ideia dos preços cobrados por diferentes tipos de trabalhos realizados com gesso, nós elaboramos a lista abaixo, confira:

  • Gesso como acabamento (sancas): um projeto com 14 m lineares x 0,50 m de largura pode custar em torno de R$ 1.500,00. O preço do metro linear varia entre R$ 85,00 e 105,00.
  • Gesso como revestimento de forro: preço em torno de R$ 50,00 o m². Ou seja, para revestir o forro de uma área de 25 m² com gesso será necessário investir cerca de R$ 1.250,00.
  • Gesso em paredes: preço médio varia entre R$ 65,00 e R$ 80,00 o m². Para revestir uma parede de 12 m² com gesso é necessário investir cerca de R$ 840,00. 
  • Molduras de gesso: o preço do metro linear varia entre R$ 8,00 e R$ 15,00. Sendo assim, para revestir um objeto com 3 x 2 m será necessário investir cerca de R$ 110,00.
  • Aplicação de gesso liso: em torno de R$ 26,00 o m², considerando que o trabalho será feito diretamente no bloco.
  • Placa de gesso 3D: o preço médio fica R$ 50,00 e R$ 100,00 o m², dependendo efeito desejado. Para aplicar uma placa de gesso 3D em uma parede de 7 m² será necessário investir cerca de R$ 640,00.
  • Closet de gesso: preço médio em torno de R$ 1.500,00.

Vantagens e desvantagens do uso do gesso comum:

Principais dúvidas que podem surgir na hora de fazer um trabalho com gesso:

Quais são os tipos de gesso?

É possível classificar o gesso em diferentes categorias, mas a forma mais simples de divisão do material é entre o gesso simples, que apresenta um preço mais acessível e é mais pesado, sendo muito utilizado em revestimentos de uma forma geral, e o gesso acartonado, também conhecido como drywall, que apresenta um um preço mais elevado, mas sua alta durabilidade e resistência compensam o investimento. Existem ainda versões de gesso liso e com acabamentos em 3D, além de variedades do material mais finas ou mais grossas, dependendo dos efeitos desejados. 

Quais são os principais usos do gesso?

O gesso é um material extremamente versátil e que vem conquistando cada vez mais espaço na construção civil. Ele pode ser usado tanto no revestimento de paredes, como uma forma de substituir o reboco tradicional, na instalação de rebaixamentos para o forro, sancas, divisórias de ambientes e até mesmo na fabricação de móveis. Para isso, é importante que o profissional conheça as características do gesso e saiba como manusear o material corretamente, evitando assim o surgimento de trincas e rachaduras indesejáveis.

Quais as vantagens e desvantagens do forro de gesso?

O forro de gesso é uma alternativa para quem deseja investir em um acabamento mais elegante e moderno que combina perfeitamente com qualquer estilo de ambiente. As principais vantagens do forro de gesso estão na possibilidade de embutir a iluminação, criando diferentes efeitos com as luzes, esconder as ferragens, fios e até mesmo as vigas da construção. Além disso, o gesso usado no forro também possui boas propriedades térmicas e acústicas, atuando ainda como uma barreira contra a propagação do fogo. As desvantagens do forro de gesso ficam por conta da possibilidade de ele amarelar com o passar do tempo, além de estar sujeito a manchas e ao surgimento de fungos e não ser indicado para grandes espaços.

O que é melhor: reboco ou gesso?

A resposta para essa pergunta irá depender do local onde será feita a aplicação do material e do acabamento desejado. O reboco comum é formado a partir de uma mistura de massa, cimento e areia, e apresenta como vantagens o fato de ser mais resistente do que o gesso, podendo ser utilizado inclusive em áreas externas e expostas diretamente à umidade. Sua desvantagem fica por conta do custo mais elevado, já que além do reboco é necessário aplicar a massa corrida para acertar a parede e finalizar com a pintura. Já o gesso, por sua vez, oferece como vantagens mais agilidade na aplicação, redução dos custos e um acabamento mais uniforme. Porém, ele não pode ser lavado, apresenta uma resistência menor do que o reboco e não é indicado para paredes que possam receber a umidade diretamente. Sendo assim, se você busca economia aliada a um bom acabamento, o gesso pode ser a melhor opção, mas se prioriza resistência e durabilidade, o ideal é optar pelo reboco comum.

Qual a diferença entre o gesso comum e o drywall?

Tanto o gesso quanto o drywall possuem origem em uma mesma matéria-prima: a gipsita. Porém, existem algumas diferenças importantes entre esses dois materiais que fazem com que eles apresentem finalidades específicas cada um. O drywall é produzido a partir de chapas de gesso combinadas com estruturas de aço galvanizado que fazem com que ele apresente uma alta resistência mecânica aliada a um bom desemprenho acústico. Já o gesso comum pode ser encontrado tanto na forma de revestimento para ser aplicado em paredes, tetos, etc. quanto na forma de placas com espessura média de 2 cm para serem instaladas em forros. A escolha de um material ou outro irá depender do valor que você está disposto a investir, já que o drywall apresenta um custo mais elevado do que o gesso comum, bem como do tipo de acabamento desejado.

Gostou do conteúdo?

Nota media: 4.1 estrelas

22 votos realizados

103.155 pessoas já solicitaram orçamentos para gesso

Preços por categoria
Orçamentos relacionados
Cadastre-se
Você é um profissional?

Fale com pessoas que estão procurando profissionais qualificados em obras, instalações, mudanças, etc.