Como funciona o serviço de orçamento do habitissimo?

Em menos de um minuto e grátis

Peça on-line orçamento de painéis solares. Serviço totalmente gratuito e sem compromisso. Você pode receber e comparar vários orçamentos de painéis solares dos melhores profissionais.

Preço de Painéis Solares

Quanto custa um trabalho de Painéis Solares?

O preço médio é de

R$ 9.092
A partir de R$ 670 É o preço mais barato para painéis solares
Até R$ 32.000 Preço máximo que os profissionais nos passaram para os trabalhos de painéis solares

Esses preços são uma estimativa e podem variar em função da qualidade dos materiais, a duração da obra e as dimensões...

Para conseguir um orçamento personalizado:

Conteúdo dessa guia

Orçamento de Placa Solar

Descrição Preço Informação adicional
Painel solar para aquecimento de água R$ 930placa 2,00x1,00
Sistema off-grid de painéis solares R$ 8.560Kit completo
Instalação de painéis solares R$ 3.600Material + Mão de obra
Mão de obra instalação de painéis solares R$ 3.390Um gerador residencial de 1,78 kWp

Estes valores são aproximados e podem variar em função de outros fatores dependendo do tipo de trabalho

Informação útil

  • O preço médio a ser investido na instalação de placas solares é de R$ 2.400.  Em uma casa com até 3 pessoas serão necessárias em média 7 placas solares para suprir a necessidade de produção de energia e é importante consultar o distribuidor de energia da cidade para se informar sobre as autorizações necessárias.

  • 3 a 5 dias, aproximadamente
  • Dificuldade: Alta

Quanto custa instalar painéis solares?

Quanto custa instalar placa solar?

Quanto custa instalar placa solar?

Existem basicamente dois modelos de placas solares fotovoltaicas: as placas solares monocristalinas e as placas solares policristalinas. As placas monocristalinas são as mais antigas e eficientes do mercado, produzidas a partir de um único cristal puro de silício, que é cortado em lâminas individuais. O custo médio de uma placa solar monocristalina de 300w é de R$ 1.100 por placa. Já as placas policristalinas são formadas a partir de diversos cristais, tendo como base também o silício, mas sua eficiência é menor se comparada às monocristalinas. Como o processo de produção das placas policristalinas é mais simples, seu preço médio é mais em conta, ficando em R$ 800 para uma placa de 300w. 

Quanto custa instalar aquecedor solar?

Quanto custa instalar aquecedor solar?

Existem dois tipos de aquecedores solares, os que utilizam placas solares para aquecer a água, e que custam em média R$ 880 cada placa coletora solar em aço inox medindo 170 x 100 cm, e o sistema a vácuo, que é formado por tubos e indicado principalmente para processos industriais de aquecimento, com preço médio em torno de R$ 2.850. Os painéis solares térmicos são destinados a captar a energia do sol para aquecer algum fluído, normalmente a água que será usada no banho, em piscinas, aquecimento de imóveis ou em processos industriais. Trata-se de um sistema altamente eficiente, capaz de reduzir em até 80% o consumo da energia que seria destinada ao aquecimento de água. 

Qual o valor da manutenção do sistema de energia solar?

Qual o valor da manutenção do sistema de energia solar?

Apesar de não exigir grandes cuidados com a manutenção, já que o sistema de energia solar é altamente resistente e durável, existem alguns serviços que devem ser realizados periodicamente para garantir que os painéis solares continuem trabalhando com o melhor desempenho possível. A manutenção dos painéis solares pode ser feita de forma diferente a depender se o sistema instalado é o de placas solares para produção de energia ou do aquecedor solar para aquecimento da água. O que ambos possuem em comum é a necessidade de limpeza das placas ou dos tubos coletores, serviço que custa entre R$ 200 e R$ 350 e deve ser realizado em média a cada 6 meses. A manutenção completa das placas solares irá custar em média entre R$ 220 e R$ 530, enquanto a manutenção do aquecedor solar apresenta um preço médio de R$ 180 a R$ 400.

Quais são os tipos de painel solar existentes no mercado?

Quais são os tipos de painel solar existentes no mercado?

O mercado oferece algumas variedades de placas solares com diferentes características, vantagens e rendimentos. São eles:

  • Placas solares de silício monocristalino: Fabricada através de laminas de cristal de silício tratadas e transformadas em células fotovoltaicas. É uma das opções mais eficientes e com uma vida útil de mais de 30 anos, o que justifica seu valor mais elevado.
  • Placas solares de silício policristalino: São mais econômicas que o modelo anterior e compostas por um único bloco de silício fundido, cortado em peças menores (em formato de células) e montados em um único painel solar. 
  • Placas solares de telureto de cádmio (CdTe): Consiste em placas formadas por uma película fina com base na tecnologia de telureto de cádmio. Possuem uma eficiência similar aos painéis de Silício e são mais utilizadas em campos solares, em usinas e fábricas. 
  • Placas solares de silício amorfo (a-Si): São fabricadas através de várias camadas de células de silício amorfo combinadas que resultam em uma maior eficiência. Porém, seu processo de fabricação encarece o produto. Sua utilização é geralmente destinada para a instalação em pequenos projetos. 
  • Placas solares de seleneto de cobre, índio e gálio (CIS / CGIS): Entre as placas de filme-fino é a que apresenta um maior potencial em termos de eficiência. Também são conhecidas por utilizarem menos substâncias tóxicas em sua composição. 
  •  Placas solares de híbridos:  Possuem uma tecnologia semelhante a do painel de silício, mas com uma camada de silício amorfo em sua composição fazendo com que sua eficiência seja menor quando comparada com outros painéis. Em contrapartida, são capazes de produzir mais energia por metro quadro sendo ideais para climas de temperaturas altas.
  • Placas solares de células fotovoltaicas orgânicas (OPV): Consistem em células solares que utilizam eletrônica orgânica para absorver a luz e transportar a carga para a produção de eletricidade. São conhecidas pela flexibilidade e baixo custo, ideais para a aplicação em projetos maiores.

O que saber antes de instalar painéis solares:

Dúvidas frequentes sobre painéis solares:

Quantas placas solares preciso para uma residência?

São necessários 8 painéis solares para garantir o abastecimento com energia solar para uma casa que consome em média 250 KW/h por mês, localizada em uma região que receba em média 5 horas de sol por dia. Para definir a quantidade de placas solares a serem instaladas em uma residência é necessário levar em consideração primeiramente o consumo de energia do imóvel. Essa informação pode ser obtida através da conta de luz, que irá indicar o consumo médio de energia em kW/h. Além disso, devem ser observado o espaço disponível para receber as placas solares e a região onde o imóvel se encontra. 

Qual o painel solar mais eficiente?

Os painéis monocristalinos, feitos a partir de uma única placa de silício, são considerados os mais eficientes, garantindo uma produção maior de energia com uma quantidade menor de placasA eficiência de um painel solar pode ser medida através da capacidade que ele possui de converter a energia solar em eletricidade. Os painéis mais eficientes do mercado apresentam uma taxa de eficiência em torno de 22%, enquanto a média geral fica entre 15 e 17%. 

Quais os tipos de painéis solares?

Existem basicamente dois tipos de painéis solares: painéis solares fotovoltaicos, que geram eletricidade através de reações químicas, e painéis solares térmicos, que usam a energia solar para aquecer a água a ser utilizada no banho, em piscinas, na indústria entre outras finalidades. Os painéis fotovoltaicos podem ser divididos em outras categorias, como por exemplo os monocristalinos, feitos de a partir de um único cristal de silício, os policristalinos, feitos através de vários cristais, e os de filme fino, que se caracterizam por depositarem uma ou várias camadas de material fotovoltaico sobre um substrato. Já os painéis solares térmicos se dividem basicamente entre os modelos formados por placas e os sistemas a vácuo, constituídos por tubos coletores.

Quais são os componentes de um sistema fotovoltaico?

Um sistema fotovoltaico é formado a partir de quatro componentes principais, que podem variar dependendo se o sistema é isolado (off gried) ou conectado à rede de energia (gried tie). O sistema isolado irá depender dos painéis solares, responsáveis por transformar a energia solar em eletricidade, dos controladores de carga, que ajudam a evitar sobrecargas na bateria e aumentam sua vida útil, das baterias, que armazenam a energia solar produzida pelos painéis, e dos inversores, que fazem a troca entre a corrente contínua e a alternada. Já os sistemas conectados à rede precisam ter apenas dois componentes básicos, os painéis solares, que produzem a energia, e os inversores, que fazem a sincronia com a rede elétrica.

Qual a diferença entre monocristalino e policristalino?

A principal diferença entre painéis monocristalinos e policristalinos está na sua composição, que irá influenciar a eficiência do sistema fotovoltaico. Os painéis monocristalinos são fabricados a partir de um único cristal de silício puro, que faz com que eles se tornem mais eficientes mesmo em dias nublados, exigindo menos espaço para produzir a mesma quantidade de energia que um painel policristalino. O que irá caracterizar o painel policristalino é o fato de se ele ser composto a partir de diversos cristais de silício fundido, o que torna o processo de fabricação mais simples, reduzindo os custos do painel e diminuindo também a sua eficiência.

Como funciona o sistema de créditos de energia solar?

Toda a sobra de energia produzida pelo sistema se transforma em créditos de energia solar. Sendo assim, toda a energia gerada e não utilizada em seu imóvel é direcionado para a concessionária de sua cidade que a transforma em créditos de energia solar. Assim, sempre que você precisar utilizar a energia da concessionária esses créditos serão abatidos em sua conta de luz, desde que seja utilizado em um prazo de 60 meses. 

Quais são as modalidades de consumo?

modalidade de Autoconsumo, onde a energia é gerada por uma unidade consumidora e toda a energia gerada é utilizada por essa mesma unidade onde foi gerada. O Autoconsumo Remoto é a modalidade onde um sistema fotovoltaico pode gerar energia para outra unidade consumidora desde ambas estejam sob mesma titularidade, ou seja, mesmo CPF ou CNPJ (Matriz e Filial). Já a modalidade de Múltiplas Unidades Consumidoras (EMUC) consiste em sistemas fotovoltaicos utilizados em condomínios e os créditos são utilizados para abater dos consumos das unidades consumidoras do próprio condomínio. E por último a modalidade de Geração Compartilhada, prevista para a união de consumidores para receber créditos de energia de um sistema fotovoltaico que pode ocorrer através de consórcios e cooperativas. 

O que acontece se eu produzir mais energia do que consumir?

Toda a energia excedente gerada e direcionada para a concessionária de sua região que a transforma em créditos para ser abatidos em sua conta de luz. Porém, esses créditos possuem uma validade de 60 meses, a contar do dia em que foram produzidos. 

Gostou do conteúdo?

Nota media: 4.2 estrelas

39 votos realizados

23.419 pessoas já solicitaram orçamentos para painéis solares

Preços por categoria

Orçamentos relacionados

Cadastre-se

Você é um profissional?

Fale com pessoas que estão procurando profissionais qualificados em obras, instalações, mudanças, etc.