Como funciona o serviço de orçamento do habitissimo?
Em menos de um minuto e grátis

Peça on-line orçamento de pisos. Serviço totalmente gratuito e sem compromisso. Você pode receber e comparar vários orçamentos de pisos dos melhores profissionais.

Preço de Pedreiros

Quanto custa um trabalho de Pedreiros?

O preço médio é de

R$ 1.856
A partir de R$ 150 É o preço mais barato para pisos
Até R$ 14.650 Preço máximo que nos passaram os profissionas para os trabalhos de pisos

Esses preços são uma estimativa e podem variar em função da qualidade dos materiais, a duração da obra e as dimensões...

Para conseguir um orçamento personalizado:

Conteúdo dessa guia

Tipos de pisos e seus preços médios

Piso para uso doméstico

Piso para uso doméstico

Para usos domésticos, a prioridade deve ser escolher um piso que favoreça a sensação de conforto no ambiente. Existem diversas opções de pisos que atendem a essa característica, como por exemplo a madeira, o laminado, o vinílico, etc. Ao escolher uma delas, você deve considerar também a praticidade na hora da limpeza e o grau de resistência oferecido pelo piso. No caso dos pisos laminados, a resistência pode ser medida em classes que vão de AC2 até AC5, sendo que quanto mais alto o número, mais resistente será o piso, e o mais indicado para uso residencial é o AC3, que pode ser utilizado inclusive em locais de tráfego intenso. O valor médio a ser investido em um piso para uso doméstico costuma variar entre R$ 30,00 e R$ 45,00 o m².

Pisos para uso comercial

Pisos para uso comercial

Em ambientes comerciais é importante escolher um piso que seja capaz de oferecer durabilidade, alta resistência e boa aparência. Algumas das opções que podem ser indicadas para esses espaços são as pedras, o porcelanato, o cimento queimado, entre outras. No caso de locais comerciais mais reservados, como escritórios ou clínicas, também é possível optar por pisos mais acolhedores, como o vinílico ou o laminado, sendo que neste último caso é recomendável a classe AC4 para locais de tráfego moderado, como salas de reuniões, e AC5 para pontos de tráfego intenso, como halls de entrada e corredores. O valor médio a ser investido na instalação de pisos em áreas comerciais irá depender muito do material escolhido, mas a média geral costuma ficar entre R$ 60,00 e R$ 80,00 o m². 

Piso para áreas externas

Piso para áreas externas

Os pisos para áreas externas requerem algumas características especiais, como a resistência ao sol e à chuva, alta durabilidade, impermeabilidade e, se possível, ser antiderrapante. No caso das varandas e sacadas, por exemplo, pode ser interessante optar pelo porcelanato natural (não polido), que não sofre alterações com as mudanças de temperatura. Já para o espaço da garagem algumas opções de pisos recomendadas são a cerâmica e as pedras, que oferecem um bom acabamento para esse local. Na área da piscina uma das opções mais buscadas sãos os decks de madeira, que exigem um tratamento antes da instalação. O valor aproximado de um piso para área externa pode variar entre R$ 50,00 e R$ 70,00 o m², dependendo do material escolhido.

Informação útil
  • Escolha o piso ideal (PEI 1 a 5) para o tipo de tráfego do local onde será feita a instalação. Faça a paginação do piso de forma a evitar muitos recortes e compre de 10 a 15% a mais para compensar possíveis perdas. Utilize a argamassa indicada pelo fabricante e martelo de borracha para o assentamento. O preço médio a ser investido nos pisos gira em torno de R$ 75,00 o m².

  • 7 a 10 dias, em média
  • Dificuldade: Média

Quanto custa instalar pisos? Veja preços para diferentes opções:

Pisos de cerâmica

Pisos de cerâmica

Esse é o tipo de piso preferido dos brasileiros, pois além do fato de estar disponível em diversos modelos com cores e texturas diferentes, ele também oferece facilidades de limpeza e de manutenção, o que o torna muito mais versátil, podendo ser usado em ambientes que demandam limpeza constante como banheiros ou cozinhas. O valor médio do piso cerâmico parte de R$ 15,00 e pode chegar a R$ 45,00 o m², a depender da qualidade e da resistência do produto. Já os custos para instalação desse tipo de piso normalmente ficam em torno de R$ 25,00 o m².

Pisos de porcelanato

Pisos de porcelanato

O porcelanato pode ser encontrado em diversas opções diferentes que variam de acordo com seu acabamento, brilho e textura. Ele vem conquistando a preferência dos consumidores devido à sua beleza e às vantagens inovadoras que proporciona, como por exemplo a resistência elevada, baixa absorção de água, facilidades de limpeza, entre várias outras. Além disso, é possível encontrar porcelanatos imitando materiais nobres como mármore, granito e até mesmo a madeira. O porcelanato possui um custo mais elevado do que a maioria dos pisos, ficando em torno de R$ 70,00 a R$ 90,00 o m², enquanto o valor cobrado pela instalação gira em torno de R$ 50,00 o m².

Pisos de resina epóxi (porcelanato líquido)

Pisos de resina epóxi (porcelanato líquido)

A principal diferença entre o porcelanato líquido e o comum está na sua composição. Enquanto o porcelanato comum é formado a partir de placas de cerâmica sólidas que são aplicadas utilizando rejunte, o porcelanato líquido é feito a partir da resina epóxi, que pode ser espalhada sobre o pavimento, cobrindo toda a área sem a necessidade de emendas. Existem diferentes versões de porcelanato líquido, desde as opções mais tradicionais, com cores sólidas, até as mais modernas, como os desenhos em 3D, que conferem um toque de surrealismo ao piso. O valor médio desse tipo de revestimento costuma variar entre R$ 150,00 e R$ 350,00 o m², incluindo os gastos com materiais e mão de obra.

Pisos de cimento queimado

Pisos de cimento queimado

Quem está à procura de um piso com a aparência mais rústica e industrial certamente ficará encantado com as possibilidades trazidas pelo cimento queimado. Esse tipo de revestimento é formado a partir de uma mistura entre areia, água e cimento, que após ser espalhada sobre o pavimento irá receber pós de cimento seco para "queimar" a mistura. É possível encontrar o cimento queimado em sua tonalidade tradicional, mais próxima do cinza, ou com cores variadas, como amarelo, vermelho e azul. O custo médio desse tipo de piso costuma variar entre R$ 70,00 e R$ 80,00 o m², incluindo os gastos com materiais e a instalação.

Pisos laminados

Pisos laminados

O piso laminado é muito indicado para quem busca um revestimento acolhedor e prático na instalação. Ele é formado a partir de fibras de madeira de alta densidade, que recebem na camada superior uma estampa geralmente imitando a própria madeira. Ele pode ser encontrado em classes que variam de AC2, menos resistente, até AC5, mais resistente, e na hora de optar por uma delas é importante levar em consideração o local onde será feita a instalação e a intensidade do tráfego no ambiente. A forma de aplicação do piso laminado pode ser através de cola ou por um sistema de encaixe, e seu custo médio gira em torno de R$ 49,90 o m², enquanto o valor da obra é de aproximadamente R$ 40,00 o m².

Pisos vinílicos

Pisos vinílicos

Assim como o piso laminado, o revestimento vinílico também costuma ser encontrado em estampas que imitam a aparência da madeira, conferindo um toque mais acolhedor ao ambiente. A principal diferença entre esses dois tipos de pisos está no fato de que o laminado é formado a partir de fibras de madeira, enquanto o vinílico é desenvolvido através do PVC. Ele pode ser encontrado em diferentes formados, como por exemplo réguas, manta ou placas, e cada uma delas irá exigir uma técnica diferente para a instalação. O custo médio do piso vinílico costuma variar entre R$ 35,00 e R$ 75,00, o m², já o valor cobrado pela mão de obra do profissional que irá instalar o revestimento geralmente varia entre R$ 20,00 e R$ 40,00 o m², dependendo do método escolhido.

Pisos de pedras

Pisos de pedras

As pedras nunca saem de moda e podem ser usadas tanto em ambientes internos, como salas, banheiros e cozinhas, quanto nas áreas externas, como garagens, espaços ao redor da piscina, etc. Elas oferecem como principal vantagem uma ótima resistência aliada a um acabamento elegante e versátil. Alguns dos principais exemplos de pedras que podem ser usadas com pisos são o mármore, o granito e ardósia, e cada uma delas irá apresentar um valor diferente. O mármore, por ser mais sofisticado, é o mais caro, custando cerca de R$ 700,00 o m², enquanto o granito apresenta um valor médio de R$ 300,00 o m², e a ardósia, que é a pedra mais simples, custa em média R$ 20,00 o m². Os valores para instalação de pisos de pedras podem variar entre R$ 30,00 e R$ 50,00 o m².

Pisos de madeira

Pisos de madeira

Dentre os pisos de madeira, podemos dar destaque aos assoalhos e aos pisos de taco, que conferem um acabamento confortável e acolhedor aos ambientes. Desde que sejam tomados os cuidados necessários, a madeira é um material muito resistente, prático e com um aspecto visual elegante. Além disso, existe a possibilidade de restauração, que permite preservar e renovar os pisos de madeira de forma relativamente simples e barata. O valor médio a ser investido em um piso de madeira irá depender do tipo de madeira escolhido, mas geralmente os valores costumam variar entre R$ 70,00 e R$ 140,00 o m², enquanto o custo da instalação gira em torno de R$ 35,00 o m².

Como escolher o piso ideal? Confira alguns conselhos:

Esclareça suas dúvidas sobre a instalação de pisos:

Quanto custa instalar um piso novo?

Como existe uma ampla variedade de pisos, o preço médio deles também pode variar bastante, dependendo do tipo de material, do acabamento e da forma de instalação. Os pisos com preços mais acessíveis normalmente são as cerâmicas, que custam a partir de R$ 15,00 o m², enquanto os mais caros geralmente são os pisos de mármore, que podem custar até R$ 700,00 o m². De uma forma geral, o valor a ser investido na instalação de um piso novo costuma ficar em torno de R$ 75,00 o m².

Qual é o melhor tipo de revestimento para o piso?

A resposta para essa pergunta irá depender muito das suas necessidades específicas e do local onde será feita a instalação do revestimento. Um piso indicado para áreas externas não será tão bom para espaços internos, por isso é importante considerar as características do ambiente na hora de definir o melhor tipo de revestimento. Uma das opções que vêm ganhando destaque no mercado é o porcelanato, que oferece excelente resistência e durabilidade, além de proporcionar um acabamento exclusivo. Porém, ele apresenta um custo mais elevado, entre R$ 150,00 e R$ 350,00 o m², e pode não ser o ideal para quem busca economia.

Como saber a classe de resistência dos pisos?

Existem diferentes formas de classificar a resistência dos pisos, e uma das mais utilizadas é a sigla PEI, que irá definir o desgaste da superfície de acordo com o tráfego de pessoas, contato com resíduos abrasivos, etc. A classificação PEI vai de 1 a 5, sendo que um piso PEI 1 apresenta pouca resistência e deve ser usado em locais de pouco tráfego, PEI 2 possui uma resistência moderada, PEI 3 uma boa resistência, PEI 4 apresenta uma alta resistência e PEI 5 é o grau de resistência mais elevado, indicado para locais de tráfego intenso. Além dessa classificação, no caso dos pisos laminados também existem as categorias que vão de AC2 a AC5, sendo que quanto mais alto o número, mais resistente é o revestimento.

Posso colocar piso sobre piso?

Para saber se é possível realizar a instalação de um piso sobre o outro é necessário avaliar o atual revestimento e aquele que será colocado por cima. Se o piso atual estiver se descolando ou apresentar sinais de infiltração, o ideal é removê-lo antes de instalar um novo piso. Algumas das opções de pisos que podem ser instalados sobre outros revestimentos são o porcelanato, os laminados e os vinílicos. Para que o trabalho seja feito corretamente, é importante usar a argamassa adequada e garantir que a superfície do piso antigo esteja devidamente limpa e nivelada. 

O que é porcelanato retificado?

O principal diferencial do porcelanato retificado está no fato de que ele possui bordas mais retas e uma superfície mais fina. Esse resultado é possível graças ao processo de fabricação do porcelanato retificado, que consiste basicamente em lapidar e lixar as peças de porcelanato após elas já terem sido finalizadas. Graças a esse procedimento o porcelanato retificado irá exigir o mínimo de espaçamento entre uma placa e outra, fazendo com que a sua instalação seja feita com menos rejunte, o que torna o acabamento mais sofisticado. 

Gostou do conteúdo?

Nota media: 5 estrelas

3 votos realizados

34.629 pessoas já solicitaram orçamentos para pisos

Preços por categoria
Orçamentos relacionados
Cadastre-se
Você é um profissional?

Fale com pessoas que estão procurando profissionais qualificados em obras, instalações, mudanças, etc.