Como funciona o serviço de orçamento do habitissimo?
Em menos de um minuto e grátis

Peça on-line orçamento de adaptar acessos (acessibilidade). Serviço totalmente gratuito e sem compromisso. Você pode receber e comparar vários orçamentos de adaptar acessos (acessibilidade) dos melhores profissionais.

Preço de Adaptar Acessos (Acessibilidade)

Quanto custa um trabalho de Adaptar Acessos (Acessibilidade)?

O preço médio é de

R$ 23.965
A partir de R$ 4.800 É o preço mais barato para adaptar acessos (acessibilidade)
Até R$ 91.704 Preço máximo que nos passaram os profissionas para os trabalhos de adaptar acessos (acessibilidade)

Esses preços são uma estimativa e podem variar em função da qualidade dos materiais, a duração da obra e as dimensões...

Para conseguir um orçamento personalizado:

Conteúdo dessa guia

Fatores que devem ser considerados na hora de pensar a acessibilidade em condomínios:

Vagas de garagem

Vagas de garagem

As vagas destinadas aos portadores de necessidades especiais devem estar identificadas com o símbolo internacional de acessibilidade e oferecer um espaço extra de circula com no mínimo 1,20 de largura para facilitar a movimentação de uma pessoa cadeirante. Além disso, elas devem estar próximas a uma rota acessível que interligue os principais pontos do condomínio com segurança e comodidade. O valor a ser investido para a demarcação de uma vaga especial no condomínio gira em torno de R$ 83,00 para cada vaga pintada. 

Rampas de acesso

Rampas de acesso

Sempre que houver um desnível, como uma calçada ou uma escada, existe a necessidade de instalar uma rampa de acesso para que as pessoas portadoras de necessidades especiais possam se locomover com mais facilidade. É importante que o material utilizado na rampa seja antiderrapante e que ela ofereça corrimãos em ambos os lados. A inclinação da rampa deve ser suave, pois rampas muito inclinadas podem se tornar escorregadias e oferecer riscos às pessoas que irão utilizá-la. O valor médio a ser investido para construir uma rampa de concreto no condomínio é de cerca de R$ 4.000,00, podendo variar de acordo com a extensão da rampa.

Revestimentos antiderrapantes e piso tátil

Revestimentos antiderrapantes e piso tátil

É fundamental que os pisos das áreas comuns do condomínio tenham a superfície regular, estável, firme e antiderrapante mesmo quando expostos à umidade. Eles também ser feitos de forma a evitar a trepidação de cadeiras de rodas e carrinhos de bebê, e com cores que não provoquem a sensação de tridimensionalidade, pois isso pode aumentar a insegurança de quem irá utilizá-los. Devem ser instalados ainda pisos táteis para permitir a locomoção dos deficiente visuais, lembrando que esse tipo de piso deve apresentar textura e cor diferentes do restante do piso. O preço médio de um revestimento antiderrapante gira em torno de R$ 65,00 o m², enquanto o piso tátil custa em média R$ 164,00 o m².

Portas de acesso com dispositivo de segurança

Portas de acesso com dispositivo de segurança

Nos locais do condomínio onde existam portas que permitem o acionamento pelo usuário, é necessário que o dispositivo fique a uma altura entre 0,90 e 1,10 m do piso para permitir que um cadeirante possa alcançá-lo. Para os casos em que o dispositivo estiver posicionado no sentido de varredura da porta, é importante que a instalação seja feita a uma distância entre 0,80 e 1,00 da abertura da porta. Nas portas que são acionadas através de sensores, é importante ampliar o tempo que ela irá permanecer aberta para não correr o risco de se fechar sobre a pessoa portadora de necessidades especiais. O custo aproximado de uma porta com dispositivos de segurança gira em torno de R$ 2.390,00 para um modelo feito em aço.

Sinalização de degraus

Sinalização de degraus

Os degraus podem oferecer sérios riscos aos portadores de necessidades especiais se não forem bem sinalizados. Para evitar que acidentes aconteçam no condomínio, é fundamental instalar uma sinalização visual na borda da escada em tom contrastante com a cor do piso, medindo entre 20 a 30 cm. Além disso, é necessário instalar um piso tátil no local, que pode ser sobreposto ou integrado ao revestimento já existente, no formato de alerta ou direcional, para que os deficientes visuais possam se orientar com mais segurança pelas áreas comuns da construção. O custo médio de uma sinalização de degraus geralmente fica em torno de R$ 170,00, incluindo o piso tátil sobreposto.

Quanto custa adaptar um condomínio às regras de acessibilidade? Veja preços:

A acessibilidade é um assunto que vem ganhando cada vez mais destaque no Brasil, fazendo com que as construções se adaptem às necessidades dos mais diversos tipos de pessoas. De acordo com dados do IBGE, o país já conta com mais de 45 milhões de pessoas com deficiências (PCDs), e por isso é tão importante pensar em formas de tornar os condomínios e demais espaços de uso comum mais acessíveis. Garantir que um local seja acessível significa oferecer opções para que os portadores de necessidades especiais possam se locomover com segurança e autonomia, o que pode ser feito através da instalação de rampas, elevadores, vagas especiais, pisos táteis, corrimãos, passagens mais largas, degraus sinalizados, etc. No caso dos condomínios novos, a lei exige que eles já sejam construídos de forma acessível, contando com todos os recursos necessários para garantir a acessibilidade. Já os condomínio antigos precisam investir em obras que adaptem os locais que ainda não são acessíveis para essa nova realidade inclusiva. O custo médio das obras de adaptação para acessibilidade costuma ficar em torno de R$ 52.000,00, podendo variar de acordo com o tamanho do condomínio e suas características arquitetônicas. Para trazer uma ideia mais detalhada dos valores cobrados por diferentes serviços relacionados à acessibilidade nós elaboramos a lista abaixo, confira:

  • Instalar elevador de acessibilidade: em média R$ 14.000,00 para um elevador com plataforma acessível e 4 paradas.
  • Criar rampa de acesso em áreas comuns: cerca de R$ 980,00 para uma rampa feita com quadro tubular galvanizado e tela de alumínio antiderrapante, medindo 1,20 x 1,20 m, com elevação ajustável entre 15 e 20 cm.
  • Criar rampa de acesso em escadas da recepção do edifício: cerca de R$ 4.790,00 para uma rampa medindo 3,60 m de comprimento x 1,20 de largura, em linha reta, feita em concreto com piso antiderrapante.
  • Instalar piso antiderrapante no jardim: aproximadamente R$ 13.000,00 para um jardim com 200 m².
  • Instalar corrimão: cerca de R$ 1.500,00 para um conjunto de dois corrimãos feitos em inox medindo 2 m cada.
  • Placas em braile para o elevador: em média R$ 1.015,00, para um kit de placas medindo 7 x 3,5 cm, em alumínio, incluindo 4 placas por andar para um condomínio com 30 pavimentos.
  • Criar calçada com piso tátil: aproximadamente R$ 2.700,00 para uma calçada de 7 m lineares com piso tátil integrado.
  • Instalar barras de ferro nos banheiros: em média R$ 350,00 o kit de barras para cada banheiro feito em aço inox cromado.

Conselhos antes de adaptar o condomínio:

Dúvida comum na hora de realizar obras de acessibilidade:

Como adaptar um condomínio às regras de acessibilidade?

Existem diferentes estratégias que podem ser adotadas para tornar um condomínio acessível de acordo com as regras de acessibilidade. Para que as obras sejam feitas da forma correta, é fundamental contar com uma equipe de profissionais especializados no assunto, que conhecem as normas aplicáveis a esse tipo de trabalho e saibam como executá-las. Primeiramente é importante fazer um levantamento de todos os itens do condomínio que precisam ser adaptados, para a partir daí definir o valor a ser gasto com as obras e solicitar a aprovação dos condôminos através de Assembleia Geral. Feito isso, será importante realizar uma análise técnica das condições estruturais do condomínio a fim de definir a melhor forma de realizar as obras de adaptação. A partir dessa análise será possível dar início aos trabalhos práticos, seguindo o cronograma da obra e respeitando as orientações profissionais.

Exigências legais relacionadas à acessibilidade:

Uma das principais normas aplicáveis à questão da acessibilidade no Brasil é a Lei nº 13.146, de 13 de julho de 2015, também conhecida como Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (LBI). De acordo com essa legislação, a partir de 2020 todos os novos empreendimentos residenciais construídos no Brasil deverão ser acessíveis, eliminando barreiras, entraves e obstáculos arquitetônicos nas construções. 

A LBI também estabelece que o portador de deficiência ou mobilidade reduzida poderá exigir que a unidade adquirida por ele seja entregue totalmente acessível, sem nenhum custo extra para isso, desde que o pedido seja feito por escrito antes do início das obras.

Além da LBI, existem legislações estaduais e municipais que regulamentam a questão da acessibilidade em condomínios, por isso antes de dar início a uma obra de adaptação é importante consultar as normas locais. 

As obras de adaptação em condomínios devem observar ainda a ABNT NBR 9050 que irá estabelecer critérios técnicos a serem observados quanto ao projeto, construção, instalação e adaptação de edificações às condições de acessibilidade.

Gostou do conteúdo?

Nota media: 5 estrelas

1 votos realizados

456 pessoas já solicitaram orçamentos para adaptar acessos (acessibilidade)

Preços por categoria
Orçamentos relacionados
Cadastre-se
Você é um profissional?

Fale com pessoas que estão procurando profissionais qualificados em obras, instalações, mudanças, etc.